Palmeiras e Cruzeiro se enfrentam com a cabeça na Libertadores

|

Times, que ainda lutam por vaga na semifinal do torneio continental, se encaram neste domingo, no Palestra Itália


Montagem com fotos dos goleiros Marcos e Fábio

Fisicamente no Palestra Itália, mas com a cabeça nas disputas do meio da semana, pela Taça Libertadores. É com pensamentos parecidos que Palmeiras e Cruzeiro se enfrentam neste domingo, às 18h30m, na casa alviverde, pelo Campeonato Brasileiro. Envolvidas com a disputa continental, as equipes buscam vitórias no âmbito local para respirarem mais aliviadas na competição, mas sem deixar de esquecer os compromissos mais importantes que têm pela frente.

O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partida entre paulistas e mineiros em Tempo Real a partir das 18h30m. O canal Premiere transmite para todo o Brasil.

Sexto colocado no Brasileiro com nove pontos, o Palmeiras tenta encontrar a sua segunda vitória consecutiva na competição. Depois de vencer o Vitória por 2 a 1 também no Palestra Itália, a equipe de Vanderlei Luxemburgo busca novo êxito em seus domínios para ficar mais próxima dos líderes do campeonato. Assim, a equipe poderá seguir mais tranquila para Montevidéu e decidir a vaga às semifinais na Libertadores contra os uruguaios do Nacional, na partida que é considerada a mais importante do semestre pelos jogadores.

Já o Cruzeiro vive uma situação mais delicada no Brasileiro. Décimo colocado da tabela com sete pontos, o time de Adilson Batista quer se reabilitar no torneio, depois de ter empatado em 1 a 1 com o Internacional, no Mineirão. Além disso, uma vitória sobre os palmeirenses deixaria a equipe ainda mais motivada para a disputa com o São Paulo, nesta quinta-feira, no Morumbi, também pelas quartas de final da Taça Libertadores.

Vitória para motivar contra uruguaios

Mais do que encostar nos líderes do Brasileiro, os palmeirenses querem vencer o Cruzeiro para ganharem ânimo extra para a partida contra o Nacional, pela Libertadores. Na visão do elenco alviverde, bater a equipe mineira, também concorrente no torneio continental, mostraria a força da equipe antes do duelo no Uruguai.

- Não temos uma condição privilegiada para focarmos só na Libertadores. Então, temos de fazer o dever de casa e ir com a moral lá em cima para o jogo com o Nacional – disse o volante Pierre, ressaltando a necessidade de uma vitória para ter mais conforto no Brasileiro.

Durante a semana, o Palmeiras foi para o seu refúgio em Atibaia, cidade no interior de São Paulo. Lá, Vanderlei Luxemburgo comandou dois coletivos longe dos olhares da imprensa. No entanto, ele disse que não vê problemas em usar os titulares contra Cruzeiro e Nacional, pois os atletas tiveram uma semana sem jogos, algo raro no calendário da equipe.

Contra os mineiros, o treinador também terá o retorno do lateral-esquerdo
Armero, que ausente da última rodada do Brasileiro por estar servindo à seleção colombiana, e o atacante Willians, que se recuperou de uma pubalgia e deve ficar no banco de reservas.

Mistério pelo lado mineiro

Se a essa altura de sua curta carreira de treinador Adilson Batista já se mostrou um mestre do suspense quando o assunto é a escalação do Cruzeiro, as circunstâncias que cercam a partida contra o Palmeiras só servem para ampliar o já costumeiro mistério.

Envolvido na disputa da Libertadores, assim como o rival, o comandante do clube mineiro, adepto dos treinos secretos, não revelou se poupará jogadores. Ele também aguarda a palavra do departamento médico a respeito de algumas de suas principais peças e pondera sobre as melhores opções para as vagas dos suspensos Gerson Magrão e Kléber.

No meio-campo, as dúvidas são o volante Fabrício e o meia Wagner, que podem desfalcar por conta de dores musculares. Elicarlos deverá substituir Fabrício, enquanto a posição de Wagner deverá ficar com o jovem Bernardo. O jogador de 19 anos participou de duas das cinco partidas já disputadas no Brasileirão, como reserva, e torce pela oportunidade de vestir a camisa 10 celeste.

- Fiz parte dos coletivos que o Adilson fez e estou bem preparado para jogar e tentar a vitória – disse, em entrevista ao site oficial do time mineiro.

A grande expectativa da torcida cruzeirense fica por conta da possível presença do ídolo Sorín na lateral-esquerda. Recuperado de lesão na coxa direita, o argentino está à disposição da equipe e pediu para ser escalado para ganhar ritmo. Como Athirson e Fernandinho estão sem condições de jogo, a única alternativa seria improvisar o volante Marquinhos Paraná no setor.

Thiago Heleno, com dores no tornozelo direito, pode dar lugar ao ex-palmeirense Gustavo, que, nesta sexta, teve uma conversa com o treinador a respeito do ex-clube. Adilson Batista não descartou a possibilidade de escalar três zagueiros, com Leonardo Silva e Léo Fortunato. No ataque, Zé Carlos disputa a vaga ao lado de Wellington Paulista com Wanderley.
Fonte: http://globoesporte.globo.com/Esportes/Futebol/0,,CCF30019-9825,00.html

2 comentários Eternos:

jorge disse...

olá amigo, já add seu banner
grato pela parceiria e boa sorte
até mais amigo

jorge disse...

www.tormarambaia.zip.net

Divulgação MASTER!